Não é minha intenção criticar a fé que os senhores possam ter sobre a “Cruz”, e nem tão pouco magoar aqueles que ouvem nesse momento; tudo que quero, e apenas falar sobre o meu ponto de vista, que pode até mesmo estar errado.
A Cruz é um símbolo religioso da fé Cristã que simboliza direta ou indiretamente, Jesus Cristo, que segundo a Bíblia era filho de Deus.
Naquela época, a Cruz era utilizado apenas como uma simples arma de tortura e morte, pelo qual o sentenciado morria lentamente, agonizando de dor.
Logicamente, a Cruz não fora feita por obra de Deus e nem pelo filho deste. A Cruz, fora feita pelo Homem, não com a intenção de salvar alguém, mas sim, com a intenção de punir com a morte os maus feitores. Nessa época a Cruz era somente uma arma de morte, que causava medo à população. Na Cruz eram pregados ladrões, assassinos, e outros, diante de milhares de pessoas, para que ninguém ousasse a cometer os mesmo erros que os sentenciados cometeram. Por esse motivo, a Cruz era o símbolo da punição, do castigo, medo sofrimento e morte. Com o passar do tempo, surgiram outras armas de execução tais como: forca, guilhotina, fuzilamento, cadeira elétrica, câmara de gás e etc. com uma grande diferença de que o sentenciado a morte morria rapidamente sofrendo-se menos.
No dia em que Cristo fora pregado ali na Cruz, houve pouca manifestação por parte de seu pai adotivo e fieis, para salvá-lo de seu sofrimento. Pareciam de certa forma, conformado com o seu castigo. Eu sinceramente não consigo entender como Deus permitiu que seu filho passasse por tamanho sofrimento e humilhação sem tomar uma atitude rígida contra esses agressores. Em minha posição de Pai, eu jamais permitiria assistir passivamente que meus filhos fossem agredidos e humilhados. (Acredito que isso não tenha nada a ver com o verdadeiro sentido de fé). Talvez o medo de enfrentar os soldados não permitiu que ninguém se arriscasse a tirá-lo ali da Cruz. Gostaria de ressaltar um ponto que me chama a atenção: Cristo continua pregado na Cruz das igrejas apesar de não haver nenhum soldado. O interessante é que ninguém se arrisca tirá-lo do seu sofrimento. Garanto a vocês que se fosse um de meus filhos que estivesse para ser executado, eu tentaria de todas as formas salvá-lo de seu sofrimento ou morreria tentando.
Ali na cruz, Cristo sentiu-se abandonado por todos, inclusive por Deus, o que o fez com que ele pronunciasse a seguinte frase: “Pai, por que me desamparaste?”.
Eu andei procurando me informar com diversas pessoas perguntando-lhes onde se encontra à parte da bíblia em que Jesus cita que devemos adorar a Cruz, mas até o momento ninguém fora capaz de responder.
Se Cristo tivesse morrido na forca ou na guilhotina, seus seguidores passariam a andar com um símbolo de um Homem enforcado ou decepado? Será se nas igrejas encontraríamos a imagem de Cristo pendurado numa corda ou com sua cabeça decepada de seu corpo? E você beijaria a forca ou a guilhotina como o faz beijando a Cruz? Eu jamais adoraria ou beijaria o símbolo de uma arma que tirou a vida de um dos meus filhos ou mesmo de uma pessoa de bem. Tudo isso são coisas para se refletir.
Você poderia dizer por que Cristo fora pregado na Cruz? Talvez responderão que é porque fora traído por Judas. Muito bem, vamos a uma nova pergunta: Quantas vezes Cristo fora traído e pregado na Cruz? Para aqueles que pensaram ser somente uma vez, erraram tremendamente. Pois Cristo fora traído por Judas somente uma vez e traído e pregado na cruz bilhões de vezes pelos seus fieis. Por que?? Porque a cada vez que se faz uma nova Cruz com Cristo ali crucificado, a pessoa que o fez voltou a crucificá-lo. E a cada vez que se adora uma Cruz sem a imagem de Cristo, não estará na realidade adorando a arma que o matou?
Jesus sofreu na Cruz até a hora de sua morte, mas quando os fieis olham para a Cruz enxergam amor, compaixão, alegria, salvação…Como se estivessem adorando ver Cristo ali crucificado. Infelizmente a visão de muitos fora prejudicada por um cabresto que os torna um pouco ingênuos para coisas claras e óbvias. Não consigo entender como nesses mais de 2000 anos só eu tenha conseguido enxergar esse fato, será se é porque eu me dou o direito de questionar sem medo de ser punido? Se acontecesse de um Cristo de madeira ou gesso que estivesse dentro de uma igreja de repente passasse a gemer, mover um dos dedos e a derramar sangue, todos que estivesse ali presente passariam a gritar e a chorar de alegria dizendo que Cristo havia ressuscitado e dessa forma passariam a formar verdadeiras romarias para vê-lo sofrer. A inocência causada pelo cabresto impediria enxergar aquilo que é obvio: Se está sangrando e gemendo é porque está doendo, desta forma vamos tirá-lo da cruz, vamos tirar-lhe a coroa de espinhos e vamos fazer-lhes curativos. É estranho como a fé pode tirar a capacidade de raciocínio lógico das pessoas, e fazê-las acreditarem que o errado é o certo e o certo é o errado. Talvez eu não seja o dono da verdade, mas não acredito estar totalmente errado. Este é o meu ponto de vista, talvez o seu seja diferente, o importante é estar tranqüilo com a consciência.
Ricardo Nanao Kumasaka
ricard.nanao@hotmail.com
Matéria criada em 1986

Anúncios

Sobre osvalderli

paciente , amigo , gentil, cavalheiro , amoroso , respeitador , !!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s